RTI – Edição de setembro de 2011 on line


Revista RTI

A edição de Setembro/2011 da revista RTI já está on-line.
Veja abaixo o sumário da edição. Boa leitura!

ACESSO
FTTH avança no país com pequenos provedores
Atraídos pela crescente demanda por banda larga e pelas novas oportunidades de negócios, os ISPs – provedores de Internet estão implantando cada vez mais fibra óptica em condomínios e cidades do país.

ESPECIAL
Futurecom acontece em setembro
O Futurecom 2011, feira e congresso do setor de telecomunicações, será realizado entre os dias 12 e 14 de setembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

INTERNET
O custo oculto da energia da publicidade na web
O artigo mostra as diferenças do consumo de energia do PC durante uma navegação normal pela web, tanto com anúncios habilitados como bloqueados. Com os anúncios, o gasto de energia do equipamento é 3,5% superior ao computador que não permite publicidade na web.

REDES DE TV
Fibra óptica para distribuição de sinais de satélite em edificações
Ainda se utilizam exclusivamente cabeamentos coaxiais para as instalações clássicas de recepção via satélite em residências. Mas o artigo mostra que já existem soluções baseadas em fibras ópticas.

REDES AUTOMOTIVAS
Plataforma de TI para veículos
Conheça o Oversee, um projeto de pesquisa europeu de 4 milhões de euros que tem o objetivo de desenvolver uma nova plataforma de comunicação em veículos, assim como de aplicativos desenvolvidos por terceiros.

REDES DE ACESSO
Dispositivos ópticos
O artigo apresenta um conjunto de linhas de pesquisa que diz respeito a subsistemas e dispositivos, como fontes ópticas de alta velocidade, moduladores e receptores, voltados para a próxima geração de redes ópticas passivas.

REDES SEM FIO
Automação industrial
O artigo mostra os resultados do conceito de segurança para ambientes de automação sem fio, em tempo real e flexível, idealizado no projeto europeu flexWARE.

INFRAESTRUTURA
Instalação de cabos de telecomunicações em dutos
Há várias técnicas de instalação de cabos em dutos, entre elas a de sopro e de puxamento. Equipamentos e lubrificantes especialmente desenvolvidos para essa finalidade diminuem os riscos de danos e evitam perdas significativas de prazos e investimentos.

Link e fonte, clique na imagem:

Aranda Editora

Comente