Preços em queda (??)


PNBL

Veja essa notícia, veiculada pelo Correio Braziliense, por alguns blogs e pelo clipping do Ministério do Planejamento:

“Após o anúncio do lançamento do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), em maio de 2010, as operadoras de telecomunicações baixaram os preços cobrados dos provedores para oferecer acesso à internet para a população. É o que aponta estudo elaborado pela diretoria comercial da Telebrás, que analisou informações fornecidas por três empresas do setor, em 30 cidades brasileiras.

Em uma das companhias pesquisadas, os custos diminuíram 28,92%. Na média, a queda registrada foi de 20%. Para o consumidor final, porém, fica apenas a expectativa de mensalidades mais baratas, pois os menores custos de conexão ainda não foram repassados a eles. Os dados da Telebrás foram apresentados ontem, durante o IV Congresso do Conselho de Secretários de Estado de Administração (Consad), em Brasília.

A pesquisa foi desenvolvida para avaliar a força competitiva da estatal de telefonia, ressuscitada no ano passado. Apesar de o plano ainda não ter saído do papel, a queda dos preços aponta uma possível reação do mercado à presença de uma nova empresa no setor.”

Algum empresário, dono de provedor, tem conhecimento dessa redução de preços do link?

Será?

3 Respostas para “Preços em queda (??)”

  1. […] em queda Tweet Li essa e publiquei em meu site: Preços em queda (??) – BDI BBS É sobre a queda de preços da Internet para provedores, é piada ou realidade? Lauro Faria […]

  2. A telebras me procurou a un s 40 dias! onde me ofertou o mega a 240,00 porem a embratel me oferta hoje 100mb a 180,00 ou seja quanto sera que a outra operadora pode me ofertar? Pelo menos a Telebras ainda não tem preço!
    O governo quer que o preço minimo do PNBL seja de 35,00 por 1Mbps! até topo fazer isso! se o governo nos ofertar o mega a 30,00 ou ate mesmo a 50,00!

    1. Emanuel,

      Temos aí uma redução de custos do link, mas requer alguma análise.

      A Telebras ainda está implantando, não é real. E seu preço é meio no atacado, 100 Mb, e para um provedor pequeno?

      Sera que a Embratel ofertaria esse mesmo preço para, exemplo, 10 MB?

Comente