Ganho da antena – O que isso significa?


Excelente artigo recebido por email de autoria da

L-com Global Connectivity

que é uma boa fonte de referência e vendas de itens para redes de um modo geral. Representada no Brasil pela Nova Network.

Eis o artigo:

Um dos principais parâmetros usados na análise do desempenho de links de comunicações de radiofrequência (RF) é a potência direcionada para um receptor de RF.

Essa potência é obtida através da combinação da:

1 – Potência do transmissor
2 – Capacidade das antenas direcionarem essa potência para receptores de RF.

Diretividade

A diretividade da antena é determinada pelo seu projeto. Diretividade é a capacidade de a antena concentrar energia em uma determinada direção na transmissão, ou receber mais energia de uma direção específica na recepção. Para determinar a diretividade, precisamos de uma antena de referência para comparar com o desempenho de nossa antena.

Cobertura onidirecional de 360 graus Direcional Yagi - Cobertura focalizada
Omnidirecional:
360° Cobertura
Direcional:
Cobertura focalizada

Ao longo dos anos, diversas antenas de referência têm sido usadas; entretanto, a preferência hoje em dia é o uso de um irradiador isotrópico como antena de comparação. Como observado, a antena isotrópica é um modelo que não existe no mundo real, que emite potência igual em todas as direções, incluindo ganho igual para cima e para baixo.

Para aumentar a diretividade da luz da lâmpada (a energia da antena), de maneira semelhante a uma lanterna ou farol de automóvel neste exemplo, é instalado um refletor (antena) atrás da lâmpada. Se nos afastarmos e observarmos a lâmpada olhando para ela no interior do feixe luminoso, teremos a impressão de que ela é muito mais brilhante. A intensidade do brilho da lâmpada com refletor comparada com o brilho da lâmpada sem refletor é a diretividade desse refletor (antena).

Quando a diretividade é convertida em decibéis, esse valor é chamado de ganho da antena em relação a uma fonte isotrópica (dBi). Normalmente, quanto maior o ganho, mais eficiente é o desempenho da antena e maior o alcance de sua operação. Para cada 3dBi de ganho, a potência dissipada é multiplicada por dois em uma direção específica.

Devemos observar que muitos fatores devem ser considerados na seleção da “melhor” antena para sua aplicação, e você deve discutir essa seleção com alguém que conheça irradiação RF e desempenho de antenas. A L-com tem especialistas para ajudá-lo a fazer a “melhor” escolha, considerando desempenho e preço para sua aplicação.

Eis alguns termos e definições úteis:

Ganho da antena: medida relativa da capacidade da antena direcionar ou concentrar energia de radiofrequência em uma determinada direção ou padrão. Ele é medido normalmente em dBi (decibéis em relação a um irradiador isotrópico) ou em dBd (decibéis em relação a um irradiador dipolo).

Irradiador isotrópico: um ponto teórico no espaço que irradia energia igualmente em todas as direções, semelhante ao sol irradiando sua luz. O irradiador isotrópico exibe a mesma magnitude ou propriedades quando a medição é feita em qualquer direção. Ele não apresenta direção preferencial de irradiação. Ele irradia uniformemente em todas as direções, a partir de uma esfera com centro na fonte.

Conheça agora nossas antenas!

Antena de grade Antena Yagi Antena onidirecional
Antena de grade direcional externa de 2,4 GHz
900 MHz
Antenas Yagi
2,4 GHz
Antenas onidirecionais

Temos grande variedade de antenas já homologadas pela ANATEL.

[Fim do artigo]


Comente